Menu

Criticada, abertura de ‘Amor à Vida’ sofre mudança

01 AGO 2013
01 de Agosto de 2013

‘Maravida’, de Gonzaguinha, aparece agora mais acelerada na voz de Daniel. Abertura da nova novela das sete, ‘Sangue Bom’, também ganhou variação, mas para ficarem aceitáveis as trilhas das novelas precisariam de cirurgia radical.Para quem não aguentava mais ouvir o sertanejo Daniel quase chorar ao cantar Maravida, composição de Gonzaguinha que embala a abertura de Amor à Vida, a nova novela das nove da Globo, os últimos capítulos da trama foram um certo alívio. Os gritos longos de Daniel saíram para dar lugar a uma interpretação mais enérgica, numa variação mais acelerada da canção. A mudança, sutil mas significativa, é, segundo a Comunicação da Globo (CGCOM), resultado de “um ajuste na mixagem” da música. “Não se trata de uma nova versão”, diz a CGCOM, em e-mail enviado ao site de VEJA.

As alterações acontecem depois de uma avalanche de críticas, em especial nas redes sociais. Mas, para deixar as trilhas das novelas de fato toleráveis, seria preciso uma cirurgia mais radical. Só Amor à Vida tem três faixas sertanejas, um bombardeio aos ouvidos. Além da versão caipira de Maravida, a trama conta com Um Ser Amor, de Paula Fernandes, e A Hora é Agora, da dupla Jorge e Mateus. Sem falar no funk-chiclete Piradinha, de Gabriel Valim, tema da periguete Valdirene (Tata Werneck). Com um elenco musical desses, não vai ser de estranhar se Amor à Vida demorar a se afastar do Ibope da fracassada Salve Jorge.

Voltar
Tenha você também a sua rádio