Menu

Operações vão ser realizadas para combater “gatos” de energia

21 JUN 2018
21 de Junho de 2018

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT), Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) e a empresa Energisa estão planejando ações em conjunto para combater furto de energia elétrica em Mato Grosso, popularmente chamado de “gato”.

Estimativa da Energisa aponta que somente no ano passado, a concessionária teve perdas de R$ 262 milhões com roubo de energia e o estado deixou de arrecadar R$ 44,7 milhões em Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias (ICMS) em 2017; e R$ 46 milhões no ano de 2016.  

As ações conjuntas, entre as Secretarias de Segurança, Fazenda e a Energisa, para reduzir os furtos de energia elétrica, devem ocorrer nos 141 municípios. A ideia inicial é incluir mais essa atividade na operação “Bairro Seguro”, que atua simultaneamente, com a participação de todas as forças de segurança, em todas as cidades de Mato Grosso.

Dos 100% dos “gatos” de energia que são feitos em Mato Grosso, 41% ocorrem em Cuiabá e Várzea Grande. Um estudo realizado pela Energisa aponta que os chamados eletrotraficantes oferecem as atividades criminosas, principalmente a empresários.

Em 2017, ao menos cinco supermercados de Cuiabá foram alvos de ações policiais, incluindo a participação da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Bares e restaurantes considerados de grande porte também foram pegos cometendo irregularidades na contagem de consumo de energia. Apenas um deles, localizado na Praça Popular, foi pego quatro vezes cometendo esse tipo de crime.

Voltar
Tenha você também a sua rádio